Sustentabilidade

A partir de agora plásticos descartáveis serão proibidos no Everest

2019-09-11

author:

A partir de agora plásticos descartáveis serão proibidos no Everest

Somente neste ano mais de 11 toneladas de lixo foram retiradas do Monte Everest, um dos lugares mais remotos do planeta. A montanha mais alta do mundo atrai milhares de escaladores todos os anos, mas a preocupação ambiental nem sempre acompanhou o turismo. Como consequência, o governo do Nepal acaba de proibir a presença de plásticos descartáveis na região.

https://quokkamag.com/pt/pepsico-comeca-a-vender-agua-em-lata-e-sai-na-frente-na-luta-contra-o-consumo-de-plastico/

A proibição passa a valer em janeiro de 2020 e inclui todos os tipos de plástico – como sacolas, garrafas, canudos, garrafas de água e embalagens de alimentos, o que limitará bastante os visitantes, que serão obrigados a encontrar soluções sustentáveis para os dias de aventura. Radical, porém essencial, a medida é a única maneira de conter turistas sem educação, que vão deixando rastros conforme fazem a trilha.

platico-proibido-everest-3

O turismo representa cerca de 5% do PIB do país, mas a cada expedição de limpeza o governo investe cerca de US$ 200 mil. Por isso, o Nepal lançará a campanha ‘Visit Nepal’ no próximo ano, atraindo mais de 2 milhões de turistas para a região.

platico-proibido-everest-2

Segundo especialistas, a jornada para o Everest dura cerca de 50 dias e o investimento não sai por menos de R$ 185 mil – incluindo a passagem de avião e a taxa paga ao governo para obter a permissão de escalada. Com a promessa de receber ainda mais pessoas ávidas para alcançar o cume da montanha mais alta do mundo, o banimento do plástico se faz mais do que necessário.

platico-proibido-everest-4
Fotos: Unsplash

 

Gostou do artigo?

Siga a gente no Instagram.

Curta a nossa página no Facebook.

Inscreva-se no nosso canal no Youtube.

Comentários do Facebook