Sustentabilidade

Alemanha, Espanha e Japão anunciam encerramento de usinas de carvão

2020-07-10

author:

Alemanha, Espanha e Japão anunciam encerramento de usinas de carvão

Impulsionadas pelo Acordo de Paris, que determina a redução das emissões de gases causadores do efeito estufa, três das maiores economias do mundo anunciaram nesta semana que irão fechar todas as usinas de carvão. A Alemanha, a Espanha e o Japão perceberam que as desvantagens das usinas termoelétricas são muito maiores do que os benefícios e se comprometeram a encerrar as atividades progressivamente.

usinas de carvão alemanha, despanha e japão 1

O Acordo de Paris foi negociado durante a COP21, e aprovado em 12 de dezembro de 2015. Nele, diversos países concordaram em fazer a sua parte para assegurar que o aumento da temperatura média global fique abaixo dos 2°C acima dos níveis pré-industriais, reduzindo significativamente os riscos e impactos das alterações climáticas.

usinas de carvão alemanha, despanha e japão 2

Termoelétricas movidas a carvão são pouco eficientes e altamente poluentes, o que fez diversas nações desenvolvidas a abandonarem a prática. Enquanto a Alemanha garantiu que todas as usinas deste tipo serão desativadas até 2038, a Espanha já começou com o desligamento. Em 30 de junho, 7 das 15 centrais elétricas a carvão da Espanha, pararam de funcionar e, ao longo de 2020 mais 4 usinas de carvão se juntarão a elas. Em poucos anos, o país passará de 15 usinas para apenas 3 – uma transformação rápida e sem precedentes que já reduziu pela metade a intensidade de carbono.

usinas de carvão alemanha, despanha e japão 3

Já o Japão, fechará suas usinas de carvão até 2030, sendo que esta foi a primeira vez que o Ministério da Economia, Comércio e Indústria (METI) japonês apresentou um cronograma com metas claras para direcionar a eliminação gradual dessas unidades. Serão encerradas 100 das 140 usinas a carvão do país — todas pouco eficientes e financeiramente deficitárias. Restarão outras 10 usinas de baixo rendimento, que passarão por um processo de otimização, reduzindo drasticamente as emissões de carbono do país.

Estimuladas pela pandemia, muitas economias decidiram investir pesado na sustentabilidade. Com níveis de poluição muito abaixo do que antes era considerado normal durante o isolamento social, governantes perceberam que o mundo como era antes nunca mais poderá existir!

 

Fotos: Unsplash

 

Gostou do artigo?

Siga a gente no Instagram.

Curta a nossa página no Facebook.

Inscreva-se no nosso canal no Youtube

Comentários do Facebook