Ciência

Cientistas conseguem hackear fotossíntese para produzir mais alimentos utilizando menos água

2020-08-18

author:

Cientistas conseguem hackear fotossíntese para produzir mais alimentos utilizando menos água

Em um mundo onde o aquecimento global já é realidade e as secas estão cada vez mais constantes, uma equipe de pesquisadores conseguiu hackear a fotossíntese nas plantas para ajudá-las a conservar água e aumentar a produção de alimentos. Ao adicionar proteínas naturais e enzimas ao processo, a iniciativa não somente ajuda a economizar água, quanto a garantir que as safras continuem produzindo, mesmo em períodos não favoráveis.

cientistas hackeiam fotossintese 1

Com o objetivo de evitar que os seres humanos passem fome no futuro, a pesquisa apelidada de Realizing Aumented Photosynthetic Efficiency foi liderada pela Universidade de Illinois e partiu de um princípio básico da biologia. A fotossíntese é o processo que as plantas utilizam a luz para converter dióxido de carbono em energia, sendo assim o estudo está analisando cada etapa da produção de alimentos, de modo a evitar o desperdício e a oferecer safras mais generosas à população.

 

De acordo com a equipe, hackear alguns processos fotossintéticos importantes pode melhorar a produtividade das plantas em mais de 50%. “Como uma linha de fábrica, as plantas são tão rápidas quanto as máquinas mais lentas. Identificamos algumas etapas, e o que estamos fazendo é permitir que essas plantas produzam mais e acelerem essas etapas mais lentas na fotossíntese”, explicou Patricia Lopez-Calcagno, pesquisadora de pós-doutorado na escola parceira University of Essex, uma das líderes do projeto.

cientistas hackeiam fotossintese 2

O processo pode ser vital para a humanidade, já que a pesquisa também sugere que as mudanças climáticas podem estar aumentando a frequência e a severidade das secas em regiões ricas em safras, como por exemplo Califórnia. “Este estudo oferece a oportunidade empolgante de alcançar aumentos de 20% na produtividade das colheitas”, comemorou o Presidente da Universidade de Ciências de Culturas e Biologia Vegetal da Universidade de Illinois.

 
Foto 1: reprodução Youtube
Foto 2: Unsplash

 

Gostou do artigo?

Siga a gente no Instagram.

Curta a nossa página no Facebook.

Inscreva-se no nosso canal no Youtube.

Comentários do Facebook