Sustentabilidade

Companhia aérea substitui copos descartáveis por comestíveis

2019-12-09

author:

Companhia aérea substitui copos descartáveis por comestíveis

Segundo a Associação Internacional de Transporte Aéreo, somente em 2018 foram geradas mais de 5 milhões de toneladas de lixo em voos. Em média, cada passageiro gera cerca de 1,5 kg de resíduos – número que poderia ser reduzido se as companhias aéreas substituíssem, por exemplo, as embalagens descartáveis por equivalentes ecológicas. Foi exatamente isto que a companhia aérea Air New Zealand fez, trocando os copos descartáveis de café por incríveis copinhos comestíveis.

copos comestíveis 1

Feitos de farinha de trigo, açúcar, ovo e baunilha, podemos dizer que eles são biscoitos em forma de copo. Segundo a fabricante – Twiice, eles não apenas são comestíveis como também gostosos. Com sabor predominante de baunilha, os copos não vazam e resistem o suficiente para serem preenchidos com bebidas frias ou quentes.

copos comestíveis 2

Os próximos passos do fabricante é produzir copos de chocolate e também uma versão sem glúten. A opção ecológica vai ajudar a Air New Zealand que serve, anualmente, oito milhões de xícaras de café. A companhia já havia empregado copos compostáveis a base de plantas, mas em busca do “lixo zero” tem testado outras soluções. Inclusive incentiva os viajantes a levaram seus próprios copos reutilizáveis.

copos comestíveis 3

Sendo a principal linha aérea da Nova Zelândia, a empresa afirma que conseguiu substituir 24 milhões de produtos plásticos descartáveis por alternativas de menor impacto ambiental no último ano. Além dos copos, a empresa também trocou pacotes plásticos individuais de molho por molhos servidos em utensílios reutilizáveis e as garrafas descartáveis de água ​​foram removidas de voos regionais.

copos comestíveis 4

Com as mudanças, o peso da aeronave também foi reduzido, o que impactará na diminuição das emissões de carbono em mais de 300 toneladas por ano -, de acordo com os cálculos da própria companhia. Em 2018 apenas a aviação civil respondeu pela emissão de 918 milhões de toneladas de dióxido de carbono. Precisamos repensar a aviação aérea com urgência!

 
Fotos: divulgação

 

Gostou do artigo?

Siga a gente no Instagram.

Curta a nossa página no Facebook.

Inscreva-se no nosso canal no Youtube.

 

Comentários do Facebook