Viagem

Cracóvia: a pérola da Polônia

2019-11-21

author:

Cracóvia: a pérola da Polônia

Indo contra a pressa e a rapidez do mundo moderno, o movimento slow nos convida a apreciar as coisas com tempo e calma. Nos últimos anos, ele vem se apropriando de vários setores, como por exemplo a gastronomia, a moda, e por que não a viagem? Nós tínhamos apenas uma semana para conhecer a Polônia e duas opções pela frente: Viajar para 4 ou 5 cidades ou conhecer as 2 principais – Varsóvia e Cracóvia. Optamos pela segunda opção, e hoje temos certeza de que fizemos a coisa certa.

Durante uma semana, pudemos vivenciar a vida polonesa, e não somente ficar no desespero de conhecer o maior número possível de monumentos turísticos. Passamos 3 dias na Cracóvia e passeamos sem pressa nesta bela cidade, que um dia já foi a capital do país. Visitamos a incrível Mina de sal de Wieliczka, o Castelo Real, a Caverna do Dragão, fomos em um bar de jazz e passemos sem o menor objetivo de chegar a um destino final, nas ruas da cidade velha. 

Também visitamos Auschwitz-Birkenau, o maior campo de concentração do mundo, símbolo do holocausto. E esta foi a parte mais difícil da viagem, como era de se esperar. Levamos alguns dias para digerir toda aquela maldade, e a verdade é que nunca mais iremos esquecer daquele lugar.

Preparamos um roteiro desta cidade incrível para você, assim como um vídeo. Se um dia tiver a oportunidade, não deixe de conhecer a Polônia!

Mina de Sal de Wieliczka

Um lugar impressionante. Ela já foi a maior mina de sal do mundo, mas hoje parou as operações e se transformou em museu. Com mais de 250 quilômetros de extensão, sua construção começou por volta de 1200. Hoje, os turistas podem visitar cerca de 3 km, que são suficientes para impressionar mesmo o mais cético. Um verdadeiro castelo foi construído a mais de 130 metros abaixo da terra, com direito a capela, lagos, salas de baile, cinema e trem. Listada desde 1978 como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO, se existe um passeio imperdível na Cracóvia, sem dúvida nenhuma é este.

Castelo de Wawel

Cracovie 1

O castelo de Wawal fica em um complexo, que também abriga uma belíssima catedral e a icônica Caverna do Dragão. Construído numa pequena colina à margem esquerda do Rio Vistula, é lá do alto que você terá a melhor vista da cidade, mas o castelo em si não é um passeio imperdível, mesmo porque os turistas têm acesso a uma pequena parte dele. Em contrapartida, a catedral construída sob influência de vários estilos arquitetônicos (gótico, renascentista, barroco, classicista) é grandiosa e impressionante. Gotas de sangue do papa João Paulo II, nascido Karol Wojtyla, também estão lá.

Praça do Mercado

Localizada no Centro Histórico de Cracóvia, também tombado pela Unesco como patrimônio da humanidade – em 1978, sua fachada é simples e um belo exemplo da arquitetura gótica na Polônia. O mercado é turístico, com várias lojinhas de souvenirs, artigos em couro, bichinhos de pelúcia de dragão e vestidos típicos poloneses.

Auschwitz-Birkenau

Ir para a Cracóvia sem conhecer Auschwitz, é como ir a Paris sem conhecer a Torre Eiffel. No entanto, não por ser um passeio imperdível, mas pela obrigação histórica que temos com este trágico momento. Não iremos mentir. Este não é um passeio fácil, mas achamos que é necessário. É preciso conhecer a história, para não deixar que algo assim se repita nunca mais. Acorde cedo e agende sua visita para o primeiro horário, porque depois das 10h só é permitido entrar com guia e começam a chegar centenas de ônibus turísticos.

Fábrica de Oskar Schindler

Conhecida a nível mundial devido ao seu aparecimento no filme “A Lista de Schindler”, a Fábrica de Oskar Schindler (Muzeum Schindlera) faz parte da história do país, já que seu dono empregou todas as suas forças para salvar o maior número de vidas possível durante a ocupação nazista na Polônia. Atualmente, a fábrica abriga uma exposição permanente intitulada “Cracóvia sob a Ocupação Nazi entre 1939 e 1945”.

 

Está curioso(a) para saber o que fizemos por lá? Assista o vídeo abaixo:

 

 

Fotos: Lumière Média

 

Gostou do artigo?

Siga a gente no Instagram.

Curta a nossa página no Facebook.

Inscreva-se no nosso canal no Youtube.

 

conteúdo original
Comentários do Facebook