Empatia

Desconhecidos doam US$ 84 mil para vendedor ambulante cadeirante de 94 anos

2020-07-27

author:

Desconhecidos doam US$ 84 mil para vendedor ambulante cadeirante de 94 anos

Há sempre alguém precisando de ajuda, basta estarmos atentos. Esta história começou quando a jovem Kenia Barragan andava pelas ruas de Santa Ana, na Califórnia, e encontrou um vendedor ambulante de 94 anos vendendo pamonha em sua cadeira de rodas. Ao notar que ele estava cansado, ela decidiu não somente oferecer alguns dólares, como contar sua história no Instagram, que acabou viralizando. Conhecido na região como Don Joel, foi graças ao ato de bondade desta mulher, que desconhecidos doaram 84 mil dólares para o vovô!

don-joel-ganhando-cadeira-de-rodas-nova

A vontade de ajudá-lo surgiu ao imaginar seus pais no lugar do idoso. “Eu senti por ele. Meus pais são mais velhos e eu odiaria ver meu pai vendendo tamales para alguém e mal conseguindo sobreviver”, explica Kenia. Don Joel explicou que tentou conseguir um emprego, mas ninguém quis contratá-lo por causa da idade. Para sobreviver, o jeito foi vender a pamonha de uma conhecida nas ruas da cidade. No final do dia, eles costumavam se reunir para dividir os lucros, que dava para comprar comida, mas não era suficiente para seus medicamentos.

vendedor-ambulante-de-94-anos-1

Foi quando Kenia se deu conta de que podia transformar a realidade deste velhinho e fez um apelo a seus seguidores no Instagram para obter ajuda. Em apenas uma semana, amigos e completos desconhecidos acabaram por doar U$ 84.000, o equivalente a mais de 400 mil reais! Com este dinheiro, Don Joel poderá sair das ruas e ter uma aposentadoria digna. Kenia também comprou uma nova cadeira de rodas e um par de sapatos para que ele possa viver mais confortavelmente. E o mais lindo de toda esta história, é que Don Joel diz que agora sente como se tivesse 40 anos, porque a bondade o fez se sentir vivo.“Ele disse que vai para a igreja amanhã rezar por mim”, conta Kenia ao explicar como seu gesto o deixou feliz.

don-joel-na-igreja

Mas não foi apenas a vida dele que mudou! Kenia diz se sentir exatamente da mesma maneira e explica que está sempre procurando ajudar as pessoas e viver de acordo com esses valores. Hoje seu foco são pessoas com deficiência e seu maior sonho é ter seu próprio abrigo para desabrigados. Seu maior objetivo é inspirar outras pessoas a se preocuparem mais com os outros, e não apenas em termos de doações em dinheiro. Muitas vezes, pensamos que ajudar diz respeito apenas ao dinheiro, mas conversar com alguém que parece sozinho ou simplesmente oferecer um sorriso a quem parece ter perdido a esperança, podem ser o suficiente!

 

 
 
 
 
 
View this post on Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

Came to Chase earlier and noticed this man. He was selling tamales, so I approached him and gave him the cash I had and told him to keep the tamales for someone else. I started talking to him, and he told me that because he’s old, no one will hire him, so he sells tamales for a lady, and then she gives him money at the end of the day. His name is Joel, he’s 94 years old and uses a wheelchair to get around. He can barley afford to buy his coffee and bread in the morning to eat, and doesn’t have money to pay for a phone, let alone his medication. I found all this out, just by taking a few minutes out of my day to acknowledge a stranger. I gave him my phone number, and told him to call me whenever he needs anything… this breaks my heart. If anyone wants to help him out, please reach out to me. Second video is me giving him $50 that someone donated to him and a Torta Ahogada I bought for him. He said he’s gonna go to church tomorrow and pray for me. 😭

A post shared by 🔅𝓚𝓮𝓷𝓲𝓪 𝓑𝓪𝓻𝓻𝓪𝓰𝓪𝓷🔅 (@kenia714) on

 

 
Fotos: Instagram

 

Gostou do artigo?

Siga a gente no Instagram.

Curta a nossa página no Facebook.

Inscreva-se no nosso canal no Youtube.

Comentários do Facebook