Cultura

Egito descobre 59 sarcófagos intactos de mais de 2,5 mil anos

2020-10-06

author:

Egito descobre 59 sarcófagos intactos de mais de 2,5 mil anos

No último sábado (3), arqueólogos revelaram 59 sarcófagos de mais de 2,5 mil anos na necrópole de Saqqara, ao sul do Cairo, no Egito. Em perfeito estado, eles ficam a 25 quilômetros ao sul das pirâmides do planalto de Gizé e o grupo afirmou que este é apenas o começo, já que o sítio arqueológico parece promissor.

59 sarcofagos egito 1

Segundo Khaled el-Enani, ministro egípcio de Turismo e Antiguidades, há um número desconhecido de sarcófagos em outros poços. “Este não é o fim da descoberta, considero que é o início de uma grande descoberta”, disse, especificando que os sarcófagos de madeira datavam provavelmente da 26ª dinastia do Egito antigo, por volta dos séculos VI e VII AC.

59 sarcofagos egito 2

A descoberta foi feita durante algumas pesquisas perto da famosa pirâmide de degraus de Djoser construída há 4700 anos e primeiro da era faraônica. As observações iniciais mostram que os sarcófagos contêm os restos mortais de padres, políticos de alto escalão e figuras proeminentes. A abertura de uma delas à imprensa revelou uma múmia perfeitamente preservada e adornada com hieróglifos coloridos, com um rosto de traços finamente desenhados.

59 sarcofagos egito 3

Dezenas de estátuas também foram recuperadas, em particular uma estatueta de bronze do deus da flor de lótus Nefertum. Todos os sarcófagos, cobertos por desenhos e hieróglifos coloridos, serão transportados para o Grande Museu Egípcio, cuja inauguração está prevista para 2021.

O local é o lar da necrópole da antiga capital egípcia, Mênfis e está listado como Patrimônio Mundial da UNESCO. “Estamos muito felizes com esta descoberta”, afirmou Mostafa Waziri, secretário-geral do Conselho Geral de Antiguidades, explicando que os arqueólogos encontraram os sarcófagos durante a escavação de vários túmulos de até 12 metros de profundidade.

59 sarcofagos egito 4

 

Fotos: divulgação / Getty Images

 

Gostou do artigo?

Siga a gente no Instagram.

Curta a nossa página no Facebook.

Inscreva-se no nosso canal no Youtube.

Comentários do Facebook