Cidadania

Chefe corta próprio salário para aumentar o dos funcionários e triplica negócios

2020-09-10

author:

Chefe corta próprio salário para aumentar o dos funcionários e triplica negócios

Um dos maiores enganos que podemos cometer é pensar que a avareza garante que possamos ter mais dinheiro e é exatamente isto que prova esta história. Em 2015, Dan Price – o CEO e dono da Gravity Payments, em Seattle, nos EUA, tomou uma decisão criticada no mundo inteiro: a de cortar o próprio salário em benefício de seus funcionários. Cinco anos depois, os resultados mostram que a ideia não somente deu certo, como os seus negócios triplicaram.

dan_ceo_salario

Na época, o empresário havia cortado o próprio salário em 90% para pagar um salário mínimo anual de US $ 70 mil – mais de R$ 280 mil – até 2024, o que equivale a quase R$ 25 mil por mês. Para os mais mesquinhos sua decisão pode parecer absurda, mas faz todo o sentido, afinal, com os funcionários ganhando mais, eles passaram a se dedicar mais ao trabalho, a produtividade aumentou e o faturamento da empresa consequentemente também.

sede da gravity

Dan Price parece ser um visionário. Ele criou sua empresa de processamento de cartão de crédito quando tinha apenas 19 anos e hoje ela acabou se tornando um ‘case’ que será estudado em breve na Harvard Business School. Isto porque, entre diversas outras qualidades, sua empresa é um verdadeiro exemplo de gestão e de como podemos enriquecer com negócios ‘fora da caixa’. Em 2015, especialistas afirmaram que sua empresa iria quebrar, mas foi justamente o oposto que aconteceu.

 

“Quando comecei com um salário mínimo de $ 70.000 para minha empresa, em 2015, Rush Limbaugh [um comentarista político dos EUA] disse: ‘Espero que esta empresa seja um estudo de caso em programas de MBA sobre como o socialismo não funciona, porque vai falhar”, disse o empresário em publicação recente feita no Twitter. “Desde então, nossa empresa triplicou e somos um estudo de caso de sucesso na Harvard Business School”, acrescenta.

dan price e mãe

Está mais do que na hora de ressignificarmos as relações de trabalho e criarmos estruturas mais humanas. Depois que os salários dos funcionários da Gravity aumentou, a quantidade de empregados que agora tem casa própria aumentou em 10 vezes, 70% conseguiram saldar dívidas e hoje o número de funcionários com filhos também aumentou em 10 vezes.

dan price

E com funcionários satisfeitos, se sentindo valorizados e recebendo bons salários, vestem a camisa da empresa, como mostra a experiência de Dan. De acordo com o CEO, “Os funcionários estão 76% mais engajados no trabalho, o dobro da média nacional”.  Sua funcionária – Rosita Barlow, diretora de vendas da Gravity, concorda: “Quando o dinheiro não está em sua mente durante o trabalho, isso permite que você seja mais apaixonado pelo que o motiva. Você não está pensando ‘tenho que trabalhar porque tenho que ganhar dinheiro’. Agora o foco está em ‘como faço um bom trabalho?’”, explica.

 

Fotos: NBC News

 

Gostou do artigo?

Siga a gente no Instagram.

Curta a nossa página no Facebook.

Inscreva-se no nosso canal no Youtube

 

Comentários do Facebook