Arquitetura

Europa inaugura a maior casa do continente feita em impressora 3D, finalizada em apenas 3 semanas

2020-08-11

author:

Europa inaugura a maior casa do continente feita em impressora 3D, finalizada em apenas 3 semanas

Objetos de decoração, brinquedos, peças automotivas, órgãos do corpo humano e casas. O universo da impressão 3D é imenso e ainda resta muita coisa a ser explorada. Com 91 metros quadrados, a maior casa da Europa feita em impressora 3D acaba de ser inaugurada. Com 2 andares, 2 salas de estar, 2 quartos, cozinha e banheiro, a residência representa o início de uma revolução na área de construção e moradia e foi finalizada em apenas 3 semanas, algo inimaginável antes da popularização desta tecnologia.

maior casa europa impressa em 3d 2

Construída pela empresa belga de construção sustentável Kamp C, o material utilizado foi uma mistura especial de cimento, que ejetada do bico da impressora, levantou o edifício em menos de um mês. Depois de montada a estrutura, funcionários da empresa adicionaram o telhado, a fundação, o piso, as janelas, portas, encanamento e eletricidade. Sustentável, a casa possui piso aquecido e painéis solares.

maior casa europa impressa em 3d 3

O uso das impressoras 3D trará reflexos nos custos da construção, podendo haver uma redução dos valores em função do maior controle sobre o que se produz e pela diminuição do desperdício de materiais. No entanto, estas não são as únicas vantagens da técnica. Segundo Marijke Aerts, gerente de projeto: “A resistência à compressão do material é três vezes maior do que a do tijolo de construção rápida convencional. Além das fibras do concreto, a quantidade de armadura de tela usada é extremamente limitada. Como resultado da tecnologia de impressão usada, a cofragem era redundante, economizando cerca de 60% em material, tempo e orçamento”.

 

E economizar nos custos de construção não é ótimo apenas para o bolso, mas sobretudo para o meio ambiente, já que a fabricação de concreto cria 1 tonelada de CO2 para cada tonelada de material, tornando-o um dos métodos de construção mais prejudiciais à natureza. Apelidada de manufatura aditiva, uma casa impressa em 3D ainda oferece uma estrutura mais exclusiva ou personalizada, como a criação de torres, ângulos circulares, salas de estar rebaixadas e outros designs criativos, que custam muito tempo e dinheiro quando construído a partir de técnicas tradicionais.

Inaguração da casa, localizada na Antuérpia

 

Fotos: Kamp C e Jasmiens Smets

 

Gostou do artigo?

Siga a gente no Instagram.

Curta a nossa página no Facebook.

Inscreva-se no nosso canal no Youtube

 

Comentários do Facebook