Viagem

Maior adega subterrânea do mundo tem 200 quilômetros!

2020-05-19

author:

Maior adega subterrânea do mundo tem 200 quilômetros!

Se um dos países que mais produzem e consomem vinho no mundo é a França, não é lá que fica a maior adega subterrânea do mundo. Verdadeiro parque de diversões para adultos, a realidade é que as maiores adegas ficam em um pequeno país da Europa chamado Moldávia. Com quase 5 mil anos de história, o país sempre teve uma relação muito próxima ao vinho e esta cave certamente é uma bela homenagem à bebida milenar.

maior adega subterrânea mundo 1

Apesar de serem mais famosas e receberem um maior número de visitantes, as caves subterrâneas de Champagne, Borgonha e Bordeaux, na França, tem no máximo 20 quilômetros. Na Moldávia, 25% do PIB do país é baseado no vinho e o país é considerado um dos 10 maiores produtores de vinho do mundo.

maior adega subterrânea mundo 2

O país, hoje um dos mais pobres da Europa, ficou independente da União Soviética em 1991 e produz cerca de 125.000 toneladas de vinho, enquanto o país contém cerca de 150.000 hectares de vinhas. Para abrigar tamanha quantidade de vinho, nada mais justo do que construir a maior adega do mundo, a Milestii Mici, inaugurada em 1969 e inscrita no Guiness World Records.

maior adega subterrânea mundo 3

De fato, esta cave subterrânea é tão grande, que os cidadãos locais se referem como ‘A cidade subterrânea do vinho’. Com 100 metros de profundidade e 200 quilômetros de galerias, ela possui cerca de 2 milhões de garrafas e 65 milhões de litros de vinho em barris! Segundo especialistas, cerca de 70% dos vinhos são tintos, 20% brancos e 10% vinhos de sobremesa. A adega é tão grande que possui ruas, veículos, um mini trem e cinco luxuosas salas de degustação em corredores com até 75 metros de largura.

maior adega subterrânea mundo 4

Esta, no entanto, não é a única adega subterrânea famosa do país. Próxima a Chisinau, capital do país, estão as “Minas de Cricova”, com mais de 100 quilômetros de comprimento. Até a 2º Guerra Mundial, ela não tinha como finalidade guardar vinhos, mas era fonte de cal e também foi utilizada como esconderijo de combatentes. Somente em meados da década de 1950 o local começou a ser utilizado para armazenar vinho.

 

Fotos: Getty Images

 

Gostou do artigo?

Siga a gente no Instagram.

Curta a nossa página no Facebook.

Inscreva-se no nosso canal no Youtube

 

Comentários do Facebook