Animais

Cientistas desenvolvem ovos falsos com GPS para salvar tartarugas e localizar caçadores

2020-10-08

author:

Cientistas desenvolvem ovos falsos com GPS para salvar tartarugas e localizar caçadores

Graças à tecnologia o futuro das tartarugas marinhas promete ser muito mais promissor. Pesquisadores da organização ambiental Paso Pacífico desenvolveram uma maneira inovadora de salvar a espécie, fabricando ovos falsos equipados com GPS. Desta maneira, além de identificar as rotas feitas pelos caçadores ilegais, é possível salvar as tartarugas ameaçadas.

ovos com gps salvar tartarugas 1

Na América Central, os ovos de tartarugas marinhas são vendidos como iguarias em bares e restaurantes, acontece que para manter esse comércio, os caçadores ilegais roubam os ovos das praias antes mesmo que eles possam ser chocados, o que impede que os animais cheguem aos oceanos. Estima-se que atualmente 90% dos ovos de tartaruga estão sujeitos ao tráfico, o que é uma verdadeira ameaça à espécie.

ovos com gps salvar tartarugas 2

O projeto foi desenvolvido em 2015, quando a Agência dos EUA para o Desenvolvimento Internacional (USAID) lançou o Wildlife Crime Tech Challenge – Desafio Tecnológico de Crimes de Vida Selvagem, que premiou os melhores projetos destinados ao combate da caça ilegal. A ganhadora foi Kim Williams-Guillén, cientista conservacionista da organização ambiental Paso Pacífico.

ovos com gps salvar tartarugas 2

A ideia é tão simples, quanto genial. Equipados com GPS, os ovos são feitos através de uma impressora 3D e servem como rastreadores para identificar os caçadores ilegais. Dentro, eles possuem um dispositivo GPS que emite sinais de hora em hora. Ao serem misturados nos ninhos, com areia e muco, os ovos falsos ficam praticamente indistinguíveis dos reais e não oferecem risco à ninhada. O dispositivo recebeu o nome de InvestEGGator – das palavras inglesas “investigator” (investigador) e “egg” (ovo).

ovos com gps salvar tartarugas 4

Até agora cerca de 101 ovos falsos foram espalhados ao longo de quatro praias da Costa Rica Destes, 25 caíram nas mãos dos caçadores. A ideia dos pesquisadores não era descobrir o ladrão, mas sim traçar a rota que o ovo percorre até chegar nas mãos de traficantes e mandantes do crime, visualizando as áreas de comércio ilegal de ovos de tartarugas.

 

Fotos: divulgação

 

Gostou do artigo?

Siga a gente no Instagram.

Curta a nossa página no Facebook.

Inscreva-se no nosso canal no Youtube

Comentários do Facebook