Sustentabilidade

Painel solar transparente transforma janelas em geradores de energia

2019-11-28

author:

Painel solar transparente transforma janelas em geradores de energia

Um dos maiores desafios do mundo atual é melhor utilizar as fontes de energia renovável, como por exemplo a luz do sol, incessante e sem poluir ainda mais o meio ambiente. No entanto, esta tecnologia ainda é cara e precisa ser aperfeiçoada, afinal, não é em qualquer lugar que podemos instalar painéis solares. Pesquisadores da Universidade Estadual do Michigan – nos EUA, no entanto, acabaram de criar uma tecnologia que resolve este problema. O painel solar 100% transparente, transforma janelas em geradores de energia.

painél solar transparente 1

Por conseguir coletar energia sem afetar a passagem da luz, a tecnologia pode começar a ser usada em larga escala e em superfícies variadas – como por exemplo janelas, edifícios inteiros ou mesmo automóveis. O painel solar é baseado em moléculas orgânicas, capazes de absorver ondas infravermelhas e ultravioletas, invisíveis ao olhar humano, e sua aplicação sobre prédios e carros poderá se dar sem alterar em nada a aparência e a funcionalidade dos vidros atuais.

painél solar transparente 2

Segundo reportagem do New York Times: “Se as células puderem ser feitas de forma a durarem muito tempo, estes dispositivos poderão ser integrados em janelas de modo relativamente barato, já que grande parte do custo da energia fotovoltaica convencional não é da própria célula solar, mas dos materiais em que é aplicada, como o alumínio e o vidro”.

painél solar transparente 3

Esta tecnologia pode significar uma verdadeira revolução para o consumo em residências e edifícios comerciais, diminuindo o nosso impacto no meio ambiente. Se o painel solar transparente se mostrar viável e acessível, poderemos finalmente deixar de “desperdiçar” a luz do sol.

painél solar transparente 4
 
 
Fotos: divulgação

 

Gostou do artigo?

Siga a gente no Instagram.

Curta a nossa página no Facebook.

Inscreva-se no nosso canal no Youtube.

Comentários do Facebook