Animais

Pandemia faz golfinhos rosa raros retornarem à Hong Kong

2020-09-22

author:

Pandemia faz golfinhos rosa raros retornarem à Hong Kong

Desde o início da pandemia do coronavírus, Hong Kong interrompeu o tráfego de balsas à China e outras localidades da região, o que não apenas deixou as águas da baía menos poluídas, como atraiu uma espécie rara de golfinhos rosa que há muito tempo não eram vistos. Pesquisas mostraram que, os avistamentos aumentaram 30% desde março do ano passado, quando apenas 52 dos cerca de 2.000 golfinhos foram vistos próximos à cidade.

golfinhos rosa

No entanto, outra espécie também foi vista na área metropolitana, como o golfinho branco chinês e o golfinho corcunda do Indo-Pacífico, ambos vistos nos canais normalmente densos ao redor da cidade. Hong Kong é uma das áreas mais densamente povoadas do mundo e o tráfego de barcos e balsas era intenso, o que mudou completamente nos últimos meses. Mas quem disse que isto é algo negativo? Afinal, foi graças à paralização que os animais reapareceram no Delta do Rio das Pérolas, que conecta a movimentada Macau à Hong Kong.

Hong Kong de dia

Lindsay Porter, bióloga marinha da Universidade de St. Andrews, está vendo o reaparecimento como uma grande oportunidade de estudar estas espécies. Ao colocar microfones na água, ela e sua equipe descobriram que os golfinhos se adaptaram muito mais rapidamente do que se poderia esperar à queda no tráfego do delta. Ela ainda afirma que os governos locais ainda não fizeram um esforço muito sério para proteger os golfinhos, e que estes animais acabam ficando nos parques marinhos onde o tráfego de barcos é limitado, mas não proibido.

Hong Kong de noite

Sua preocupação é que, com o fim da pandemia, as coisas voltem como antes e estes animais percam mais uma vez seu habitat. Cidades em todo o mundo têm notado a presença de mais animais selvagens em suas ruas e canais desde que as paralisações devido ao coronavírus, desde cães selvagens em cidades australianas até peixes nos canais de Veneza. A pergunta que devemos ns fazer é: será que devemos voltar ao normal?

 

Fotos: Unsplash
Capa: John Georgiou

 

Gostou do artigo?

Siga a gente no Instagram.

Curta a nossa página no Facebook.

Inscreva-se no nosso canal no Youtube.

Comentários do Facebook