Ciência

Primeira vacina contra Ebola do mundo é aprovada

2019-11-22

author:

Primeira vacina contra Ebola do mundo é aprovada

Somente em 2019, o vírus Ebola já matou mais de 2000 pessoas na República Democrática do Congo. A epidemia foi declarada no início de agosto e é a segunda pior na história da doença. A boa notícia é que a OMS – Organização Mundial da Saúde, aprovou o Ervebo como a primeira vacina para o Ebola, dizendo que atende aos seus “padrões de qualidade, segurança e eficácia”.

A notícia veio dois dias depois que a Comissão Europeia concedeu uma autorização de comercialização para vacina, e representa um enorme avanço para os países com alto risco para o vírus, sobretudo na África Subsaariana. Tedros Adhanom Ghebreyesus – diretor geral da OMS, não esconde o entusiasmo: “Cinco anos atrás, não tínhamos vacina nem terapêutica para o ebola. Com uma vacina pré-qualificada e terapêutica experimental, o Ebola agora é evitável e tratável”.

Fabricada pela empresa farmacêutica norte-americana Merck, a vacina já está sendo colocada em prática no Congo, na esperança de conter o segundo surto mais mortal registrado no país. A multinacional Johnson & Johnson também está desenvolvendo uma vacina experimental contra o Ebola, que deverá ser implantada em breve.

vacina ebola 3

Ebola

Descrito pela primeira vez no Congo, acredita-se que seu reservatório natural sejam morcegos, e que a doença seja transmitida principalmente entre os seres humanos e de animais para humanos, através de fluidos corporais.

vacina ebola 4

O ebola é um vírus que pode se espalhar através do contato com sangue ou outros fluidos corporais de uma pessoa infectada. Segundo a OMS, as taxas de mortalidade variam de 25% a 90%. Desde agosto de 2018, mais de 2.000 pessoas morreram e mais de 11.000 morreram de 2013 a 2016 em uma epidemia de Ebola que se espalhou por vários países da África Ocidental.

vacina ebola 1

 

 

Fotos: reprodução

 

Gostou do artigo?

Siga a gente no Instagram.

Curta a nossa página no Facebook.

Inscreva-se no nosso canal no Youtube.

Comentários do Facebook